Por que é semana santa?


Graça e Paz! Estamos chegando ao final de mais uma Quaresma. Durante esse tempo fomos convidados a "entrar no deserto com Jesus" e viver com Ele a experiência da oração profunda, do jejum e da penitência, e a partir dai empenharmo-nos na luta pela santidade.

Mas, como já disse, esse Tempo está chegando ao fim. Já no Domingo de Ramos começou a SEMANA SANTA. O deserto tornar-se-á "Via Crucis", depois Calvário culminando na Ressurreição.

O que faz dessa semana tão importante? Bem, a Semana Santa ou "Semana Maior" ou "Semana das Semanas" compreende o tempo desde o Domingo de Ramos até o Tríduo Pascal. É nessa semana que experimentamos, de forma intensa e real o TRANSBORDAMENTO DO AMOR DE DEUS. 

As Celebrações, Hinos, Orações vão conduzindo-nos para entrarmos e, acima de tudo, VIVERMOS o Mistério da nossa Salvação. A Semana Santa não é mais um "feriadão" é um momento propício para tocarmos na Misericórdia de Deus

Toda a Liturgia dessa Semana gira em torno do maior evento que nós, humanos, podemos testemunhar: a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. Viver a Semana Santa é viver o Calvário na certeza da Ressurreição. 
"Não existe Cristo sem Cruz. Nem ressurreição sem morte."
Por isso, quem quiser a alegria da Páscoa terá que enfrentar a angústia da Sexta-feira Santa. 
A Semana Santa finda-se no Tríduo Pascal (da Quinta-feira Santa ao Domingo de Páscoa). As Celebrações do Tríduo Pascal são próprias desse tempo e devem ser vividas com todo ardor e fé. 
-Na Quinta-feira Santa acontece o Lava-pés dentro da "Missa da Ceia do Senhor" após a Missa a Igreja entra em silêncio, faz-se jejum dos Sacramentos (a não ser em casos de doentes que precisem da Unção dos Enfermos ou de pessoas que precisam confessar-se para celebrar a Páscoa) em outras palavras, "a Igreja entra em recesso". 

-Na Sexta-feira Santa não há em lugar nenhum do mundo a celebração da Santa Missa. O que acontece é a Celebração da Paixão do Senhor. Essa Celebração é dividida em três partes: Liturgia da Palavra, Adoração à Cruz e Rito da Comunhão. Após a Celebração da Paixão do Senhor acontece a Procissão do Nosso Senhor Morto ou Procissão do Encontro. 

-No Sábado, ah o Sábado de Aleluia! É a Celebração mais importante de todo o ano, não que as outras não sejam, mas nesse dia celebra-se o sentido da nossa Fé Cristã: O Senhor ressuscitou, Ele venceu a morte, Ele está vivo! A Celebração do Sábado de Aleluia só pode acontecer depois das 17:00. Antigamente era celebrada na madrugada, mas por motivos de segurança, celebra-se mais cedo. Por essa razão é chamada de "Vigília Pascal". 
"Oh noite bendita, única a ter conhecimento do tempo e da hora em que o Cristo ressuscitou do sepulcro. Essa é a noite da qual está escrito: A noite brilha como o dia e a escuridão é clara como a luz." - Cântico do Exsultet 

Sobre essa Celebração não falarei muito, pois quero vocês fiquem curiodos e desejem participar nas suas Paróquias. Por fim, o Domingo de Páscoa. 

Dito essas coisas, faço questão de dizer novamente que a Semana Santa não é tempo para descanso ou lazer na praia. Nem para perder tempo com coisas desnecessárias e/ou ociosas. Percebam que acontecem muitas atividades durante esse tempo e somos chamados a participar "com toda a nossa alma, com toda a nossa mente e com todo o nosso coração." Vamos lá?





Alguns pontos para bem viver a Semana Santa:

  1. Confessar-se. A confissão aproxima-nos de Deus e da sua Graça. Por isso é muito importante estar em dia com esse Sacramento.
  2. Participar das Celebrações que acontecerão na sua Paróquia. Informe-se dos horários e programe-se. "Não ter tempo para Deus é perder tempo".
  3. Intensifique as suas orações. Medite mais a Palavra de Deus. Deixe-se alcançar pelo Amor Misericordioso do nosso Pai.
  4. Após a Celebração da Ceia do Senhor, até a Vigília Pascal, entre, com toda a Igreja, em um grande retiro de silêncio. É louvável evitar ao máximo televisão, celular, Internet...
  5. O jejum e a abstinência são obrigatórios na Sexta-feira Santa. O jejum deve ser cumprido por todos os batizados que não tenham nenhum impedimento de saúde e tenham entre 18 e 60 anos.

Para fazer o jejum: coma apenas 1 refeição completa, o almoço. E outras duas tão pouco que somadas não se assemelhem a 1; A abstinência de carnes de animal de sangue quente deve ser observada por todos os o batizados que não tenham nenhum impedimento de saúde e tenham entre 14 e 60 anos.

Queridos irmãos e irmãs em Cristo finalizo esse post desejando a todos um ótimo finalzinho de Quaresma e uma abençoadíssima Semana Santa. Que as nossas práticas de oração, penitência e jejum gerem em nossos corações frutos de conversão. 

Que Nossa Senhora das Dores ajude-nos nesse caminho. Salve Maria!
Luan Vasconcelos
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Mais Jesus

Viver no Espírito de Deus nos torna cada vez mais próximo dele. #Maisjesus

Nenhum comentário:

Postar um comentário